Hugues Kesteman

image

Hugues Kesteman

Fagote barroco

Nascido em Bruxelas em 1949, Hugues estudou canto clássico durante seis anos e iniciou a sua carreira no coro da ópera aos 20 anos. Ao mesmo tempo, estudou fagote no Conservatório Real de Bruxelas e formou-se com distinção em fagote, música de câmara, formação musical além de adquirir o seu diploma em pedagogia da música. Mais tarde, aperfeiçou-se com Albert Hennige na Alemanha e estudou Música Antiga com o oboísta Paul Dombrecht Lemmens no Instituto de Leuven. Laureado pela Fundação Yehudi Menuhin, foi fagotista na Orquestra de Liège, solista na Orquestra de Rádio e Televisão da Bélgica, Orquestra Filarmónica da Flandres e na Sinfonia Régie do Porto. Apresentou-se em concertos e ministrou inúmeras aulas em toda a Europa, nos EUA, Brasil, Peru, Índia e Macau com La Grande Ecurie et Chambre du Roy, Concerto Köln, Les Musiciens du Louvre, Capella Compostelana em Santiago de Compostela, Ensemble Rumein com Sabine Meyer, Concerto Budapeste e com o quinteto Artziz tocando ao lado dos pianistas António Rosado e Pedro Burmester, entre outros.

Participou em várias gravações de CDs com Octophoros, Wiener Akademie, Segréis de Lisboa, Arte Real Ensemble e Flores de Música (Portugal). Como professor, ele criou cinco cursos de fagote na Bélgica e cinco em Portugal. Ele organizou dois estágios nacionais: o primeiro encontro nacional de fagote na Bélgica e o primeiro encontro nacional de palhetas duplas no Porto. É instrutor da arte marcial Aikido tendo fundado cinco centros, bem como a sua própria associação APARN (Associação Portuguesa de Aikido da Região Norte) em Portugal. Foi o coordenador do departamento de sopros e fez parte da direção do Departamento de Música da ESMAE. Hoje é professor de música de câmara e fundador do curso de fagote e fagote barroco, do curso de Aikido para actores do Departamento de Teatro e do curso Play Health, que organiza intervenções artísticas em meios hospitalares, na ESMAE. Fundou em Julho de 2013, a Orquestra Musicum Portucalense. Recentemente, publicou uma autobiografia sobre a sua vida intitulada Duas Vidas um Destino.


Ensembles onde participa